Correio das Cidades

Independência e Verdade

Brasil confirma mais 522 mortes por coronavírus; total vai a 231.534

Brasil confirma mais 522 mortes por coronavírus; total vai a 231.534

 Poder360 55 minutos atrásO nome por trás da marca: Henry FordBrasil registra 522 novas mortes por Covid-19 e total vai a 231.534

O Brasil tinha 9.524.640 casos e 231.534 mortes confirmadas por covid-19 até as 19h10 deste domingo (7.fev.2021), segundo informou o Ministério da Saúde. São 26.845 diagnósticos e 522 vítimas a mais do que o registrado no dia anterior.Hospital Regional da Asa Norte, referência no tratamento da covid19 em Brasilia, durante movimentação de pacientes em transferências© Sérgio Lima/Poder360 11.08.2020 Hospital Regional da Asa Norte, referência no tratamento da covid19 em Brasilia, durante movimentação de pacientes em transferências

O governo afirma que 8.397.187 pessoas estão recuperadas da doença, e 895.919 permanecem em acompanhamento.

Só os Estados Unidos têm mais vítimas que o Brasil. São 474.671 mortos, segundo o monitor Worldometer, consultado às 19h deste domingo (7.fev).

O número de mortos no Brasil também é elevado na comparação proporcional. São 1.093 mortes por milhão de habitantes segundo cruzamento de dados do Ministério da Saúde com a última estimativa populacional divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A taxa coloca o Brasil na 22ª posição do ranking mundial. O país ultrapassou a Argentina em 29 de janeiro. Em 31 de outubro, o Brasil ocupava o 4º lugar.

A Bélgica é o país em que a covid-19 mais mata em relação ao tamanho da população. São 1.833 mortes por milhão de habitantes. Entenda aqui os motivos dos números belgas.

DATA DO REGISTRO DA MORTE X DATA REAL DA MORTE

Os registros de mortes não se referem a quando alguém morreu, mas ao dia em que o óbito por covid-19 foi informado ao Ministério da Saúde. Aos fins de semana há menos registros não porque morrem menos pessoas, mas porque há menos capacidade operacional (menos funcionários) das secretarias estaduais de saúde em reportar e, do ministério da Saúde, em compilar os dados.

É comum que mortes confirmadas em um dia por um Estado acabem, por algum problema técnico, sendo reportadas ao governo federal apenas no dia seguinte.

Eis como funciona a notificação:

  • suponha que em 25 de agosto algum Estado confirme 300 mortes;
  • e que, por um problema na plataforma que notifica os dados ou outra questão técnica, não consiga enviar as informações ao Ministério da Saúde;
  • no dia seguinte, o mesmo Estado confirma 200 mortes;
  • a secretaria de Saúde enviará ao governo federal, em 26 de agosto, as mortes confirmadas naquela data (200) acrescidas do que deixou de enviar no dia anterior (300).
  • a notificação de 500 mortes em 26 de agosto, portanto, não necessariamente corresponde aos óbitos que ocorreram ou foram confirmados naquele dia.

Os registros de mortes são divulgados diariamente, por volta das 18h, pelo Ministério da Saúde neste site e em imagens de tabelas enviadas pela pasta a jornalistas. Eis um exemplo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *